Entenda o significado das letras e números do pneu


Antes pegar a estrada é importante observar se o carro está em boas condições para enfrentar uma viagem. Os pneus estão entre os itens que exigem maior atenção, pois estão diretamente ligados à segurança do veículo.

Basta observar a lateral de um pneu para perceber: há uma série de números e letras em formato de código. É uma verdadeira "sopa de letrinhas" fundamental para escolher o pneu adequado ao seu veículo. Tem informação sobre quando o item foi fabricado e para saber se já está na hora de trocar.


Mostramos aqui o significado dos principais códigos presentes nos pneus, desde as medidas de diâmetro e altura até a velocidade máxima na qual você pode rodar com determinado modelo.


275 - Indica a largura do pneu em milímetros. No caso, a banda de rodagem do pneu tem largura de 275 mm

30 - O numeral de dois dígitos aponta a relação entre a altura do flanco (lateral) do pneu e sua largura. Ou seja, a altura indicada corresponde a 30% da largura. Ou seja, o pneu tem 82,5 mm de altura. Segundo a BF Goodrich, quanto mais baixo o flanco, maior a aderência nas curvas, mas isso também compromete o conforto da condução. Pneus de veículos esportivos, por exemplo, são assim

ZR - As letras indicam o tipo de construção interna do pneu. Segundo a Michelin, ZR significa que o pneu é do tipo esportivo (Z) e tem estrutura radial, como a maioria dos modelos modernos

19 - Indica o diâmetro interior do pneu, da banda de rodagem ao aro - tecnicamente chamado de altura da jante. O pneu em questão é de 19 polegadas e deve ser instalado em roda com o mesmo diâmetro

96 - Os dois dígitos que aparecem na sequência apontam o índice de carga do pneu. O índice, informa a BF Goodrich, informa a carga máxima que o pneu pode suportar inflado com a pressão indicada no manual do veículo. O código 96, no exemplo acima, significa que cada pneu pode carregar até 710 kg

Y - A letra gravada depois do índice de carga aponta a velocidade máxima para o qual o pneu foi homologado para rodar com carga máxima. Ele vai de A, que aponta a velocidade mais baixa, até Y, para a mais alta. A letra Y informa que o pneu em questão pode rodar a até 300 km/h - evidentemente, é preciso respeitar os limites de velocidade da via.



DOT

O código DOT determina a idade ou data de fabricação do pneu. A sigla significa Department of Transportation, o Departamento de Transportes norte-americano, e serve para homologação do pneu naquele mercado.

Ela é seguida por duas letras, que designam a empresa fabricante, e uma sequência numérica de quatro dígitos, marcados em vermelho na imagem acima. Os dois primeiros apontam a semana de fabricação e os dois últimos, o ano.

Portanto, no exemplo acima, o pneu foi fabricado na décima semana de 2012. Vale destacar que a data de fabricação é essencial para saber se a garantia do componente ainda está vigente e se o prazo de validade já expirou.

Mesmo com banda de rodagem em boas condições, os pneus devem ser substituídos a cada cinco anos, orientam as fabricantes. Depois desse prazo, a borracha fica velha as propriedades de aderência e dirigibilidade podem ficar comprometidas.


Fonte: Webmotors

Posts Recentes